Verdades e mitos sobre programadores

Publicado em 13/09/2011 09:07 279 Comentários
c:\>Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrPin on PinterestEmail this to someoneShare on LinkedIn

A imagem dos programadores geralmente é generalizada e incorreta. Por isso, resolvi escrever este artigo para desmistificar a imagem desse profissional tão valorizado. Baseado em algumas questões de senso comum, vou dizer se é verdade ou mentira e o porquê.

Programadores só querem saber de computador.

MENTIRA. Também existem gadgets, videogames, …

Programadores não gostam de mulher (generalizei o gênero).

MENTIRA. Gostam, só não consideram essencial em 100% do tempo (como é essencial ter algum dispositivo ligado à internet).

Programadores sabem tudo de computador.

VERDADE. Mas não querem se exibir, por isso nem peçam para consertar seu computador/impressora/algo-parecido para não atrapalhar seu exercício de humildade.

Todos os programadores são viciados em café.

MENTIRA. Existem programadores que vivem sem tomar café. Mas todos os bons programadores são viciados…

Programadores são pessoas sem vida social.

MENTIRA. Programadores têm muita vida social (estão cadastrados em quase todas as redes sociais). Além disso, quais os critérios para considerar alguém como pessoa

Programador não dorme.

MENTIRA. Programador dorme. Mas só na hora em que não pode.

Tem que saber programar em Linux para saber programar.

MENTIRA. A lógica na afirmação está obviamente invertida: Tem que saber programar para saber programar em Linux.

Programadores são mais inteligentes do que os demais seres.

VERDADE. Essa não vou explicar, porque: 1. Se você é programador já sabe disso. 2. Se não é, não vai entender a explicação.

Tag: ,

Categorizados em:

279 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>