Não é só seu PC que querem invadir. Confira como sua impressora pode ser atacada por hackers.

1. Rede insegura

Em uma rede insegura, brechas de segurança podem deixar seus dispositivos à vista. Mesmo que estejam visíveis, as impressoras HP contam com monitoramento de invasões e/ou anomalias em tempo de execução. Durante as operações no firmware e na memória, em caso de anomalias, o sistema se reinicia e se restaura, evitando invasões ou alterações indevidas.

2. Acesso indevido e/ou anônimo

Se você não possui um gerenciamento de quem pode acessar seus dispositivos, fica difícil controlar o que a segurança e os gastos com impressão. O HP Access Control permite autenticar e controlar o uso das impressoras, aumentando a segurança e reduzindo o desperdício. Você consegue controlar quais usuários podem utilizar, assim como quais dispositivos podem acessar as suas impressoras.

3. Comunicação não criptografada

O bem mais precioso de sua empresa é a informação e informações sigilosas não podem trafegar na rede sem cuidado. Com as impressoras HP você pode utilizar criptografia para imprimir seus documentos, evitando que algum “enxerido” pesque o seu documento pelo caminho e saiba o que você imprimiu. Com isso você evita tanto o roubo quanto a alteração de dados.

4. Senha padrão ou falta de senha

“Deixa sem senha pra qualquer um da empresa acessar”. Bom, não é só o pessoal da empresa que vai ter essa ideia. A impressora pode ser a porta de entrada para acessar, por exemplo, o Active Directory e executar consultas para permitir o acesso a toda a rede.

5. Invasões sem fio

Pesquisadores em Cingapura desenvolveram um drone equipado com celular que consegue detectar impressoras sem fio abertas nas proximidades. Depois, configuraram o dispositivo móvel como um ponto de acesso falso que imitou a impressora e interceptou documentos destinados ao dispositivo real.
Fonte: Techtimes/iTrust

6. Alteração indevida no firmware

Hackers podem ter acesso à sua rede invadindo dispositivos "inocentes" e substituindo o firmware, ou seja, a programação interna do dispositivo, para algum fim malicioso, como abrir portas de acesso, disseminar vírus... A elaboração de lista branca ajuda a garantir que apenas código autêntico HP de estado de funcionamento normal — digitalmente assinado pela HP — seja carregado na memória. Se o certificado não foi originado da HP, ele desliga, reinicia em um estado offline seguro e notifica o gerente da rede.

7. Erro estranho nunca visto antes provocado por um usuário que sempre encontra o erro mais improvável que possa acontecer

Existe uma famosa frase em TI: "Nunca subestime um usuário". Diversas coisas podem acontecer, que seriam melhor evitar do que tentar desvendar como aconteceu. Caso ocorra alguma alteração inesperada, o HP Sure Start valida a integridade do BIOS em cada ciclo de inicialização. Caso tenha sido comprometido, ele irá se restaurar ao carregar uma versão oficial do BIOS que está armazenada em uma parte protegida do sistema. É o único BIOS de autorreparo do mundo e está disponível apenas em PCs empresariais da HP e agora em impressoras HP Enterprise.

Conheça as impressoras mais seguras do mundo e não deixe que nada disso aconteça com sua empresa.

Parceiros iMasters

 

↑ Voltar ao Topo